Black Friday 2021: dicas para criar uma campanha infalível no Facebook

Black Friday 2021: dicas para criar uma campanha infalível no Facebook

. 7 minutos para ler

Se você ainda não começou a planejar a sua estratégia digital para a Black Friday, não perca mais tempo. Confira as dicas abaixo e leve seus anúncios para o próximo nível.

Ninguém pode negar que a Black Friday é um dos maiores momentos do ano para o varejo. Muitos consumidores esperam (e economizam) meses para aproveitar as promoções da data. Ou seja: a oportunidade perfeita para as marcas e empresas conquistarem novos clientes e/ou fidelizarem quem já é da casa.

Mas, como esperado, a competição por um espaço para publicidade também aumenta, principalmente porque a maioria das empresas já está com o orçamento preparado para investir além do que estão acostumados no marketing digital.

Agora, imagine quantos profissionais de marketing estão se preparando para usar os anúncios do Facebook de todas as formas possíveis para sair na frente na Black Friday? A competição está acirrada em todos os lados. Portanto, se existe uma hora para levar os seus anúncios para o próximo nível, definitivamente, é agora!

O que esperar da Black Friday 2021

É bem provável que você esteja cansado de ouvir sobre a importância do marketing digital e como a pandemia intensificou a presença digital das empresas, não é mesmo? Então, ao invés disso, vou compartilhar um pouco dos números previstos para a Black Friday deste ano.  

Segundo pesquisa realizada pelo Facebook Brasil, o número de brasileiros dispostos a fazer uma compra durante a Black Friday aumentou 29% em relação a 2020.

Alguns fatores decisivos para a compra envolvem:

  • Frete grátis - 58%;
  • Preço - 51%;
  • Qualidade do produto - 48%.

E por falar em produto, as intenções de compra, segundo um estudo da Seasonal Insights Black Friday Brasil, são:

  • Roupas e acessórios - 45%;
  • Eletroeletrônicos - 44%;
  • Smartphones - 41%;
  • Produtos de informática - 40%.

E para finalizar, aqui vão mais alguns fatores que influenciam na decisão de compra:

  • 1 em cada 2 consumidores desistem da marca após uma experiência ruim;
  • 65% escolhem onde e como comprar com base na conveniência, e não apenas no preço;
  • 4 em 10 pessoas saem de um site mobile se ele demora mais de 3 segundos para carregar.

Como criar uma campanha infalível no Facebook

O ideal, é que a campanha de Black Friday seja planejada com o máximo de antecedência, sempre considerando o comportamento do público em cada fase do funil. Funciona mais ou menos assim:

Descoberta

Aqui o público ainda não conhece a empresa, então pense em uma estratégia para gerar lembrança da marca. Vale testar a opção de compra de Alcance e Frequência, que permite o controle do tamanho de seu público-alvo e a quantidade de vezes que ele será impactado pela mensagem. Inclusive, aqui vai uma dica do próprio Facebook: use o anúncio em formato carrossel para mostrar mais produtos de uma só vez.
Além disso, a utilização de videos curtos e dinâmicos, formatados especificamente para o formato vertical, podem contribuir para passar uma mensagem rápida a respeito da sua marca.

Consideração

Agora que o público já teve um primeiro contato com a marca, ele precisa considerar a aquisição do produto ou serviço. Aproveite para mostrar as vantagens e diferenciais dos produtos. Para o objetivo de campanha, considere a Geração de Leads, Tráfego e Visualização de vídeos qualificados. Aqui o grande diferencial passa a ser o conteúdo em si, já que a proposta é pedir alguma ação do usuário.

Conversão

Esse é um dos momentos mais importantes da campanha. É hora de realmente chamar a atenção do público-alvo, então capriche no criativo e na call to action. Aqui, vale testar o formato de Anúncios dinâmicos de produtos. Se o objetivo for atrair mais clientes para a loja física, tente a opção de Divulgação nas imediações para alcançar pessoas próximas à loja.

Esse é o básico que você precisa saber para começar a planejar a sua campanha. Com isso em mente, é hora de ir para o próximo nível. Confira essas dicas!

#1 Construa o seu tráfego antes da Black Friday

A jogada aqui consiste em construir seu público de engajamento e remarketing com antecedência e usá-los para gerar tráfego. Depois disso, basta mostrar as suas melhores promoções para esse público, assim, a probabilidade de conversão será muito maior.

Para trabalhar o tráfego antes do "grande dia", você pode criar uma lista de e-mail e oferecer um desconto especial para quem realizar o cadastro, através de uma campanha de geração de leads ou pop-ups de saída no site.

Dessa forma, você otimiza o orçamento investindo em um público aquecido e evita a competição extremamente forte por públicos de aquisição. Não se esqueça que os investimentos em marketing nesta época do ano aumentam consideravelmente, e os custos por clique também.

#2 Escolha bem o seu público-alvo

Sabe os públicos que você aqueceu e gerou tráfego na dica anterior? Como eu já dei spoiler ali em cima, eles vão ficar ótimos na sua campanha de Black Friday! É para essa audiência que você deve mostrar as melhores promoções.

Aqui estão alguns exemplos de públicos que você pode atingir:

  • Lista de e-mail;
  • Usuários que adicionaram itens a seus carrinhos;
  • Engajadores de postagens no Facebook e Instagram;
  • Engajadores de anúncios e espectadores de vídeo.
  • Compradores da Black Friday anterior;
  • Compradores dos últimos 30, 60, 90 ou 180 dias.

#3 Diversifique os posicionamentos

Dependendo do objetivo escolhido ao criar uma campanha, os anúncios podem aparecer em diversos posicionamentos no Facebook, Instagram, Messenger e Audience Network.

Na Black Friday a competição pelo feed é bem alta, por isso, a melhor forma de garantir o espaço é diversificando os posicionamentos. O recomendado é escolher a configuração Posicionamentos automáticos no Gerenciador de Anúncios, para permitir que o próprio Facebook decida onde veicular o anúncio.

O importante é monitorar os resultados para ter certeza que nenhum deles  está acabando com todo orçamento sem retorno.

#4 Adapte-se ao iOS 14

Quem não entrou em pânico com a nova atualização do iOS 14? A nova estrutura de proteção de privacidade (App Tracking Transparency) dá aos usuários da Apple a opção de ativar e desativar o rastreamento em aplicativos e sites e evitar que os dados sejam coletados e armazenados.

E nós não temos escolha, a não ser aceitar e se adaptar. ¯\_(ツ)_/¯

A boa notícia é que o API de Conversão do Facebook (CAPI) permite rastrear um número limitado de ações realizadas pelos visitantes e envia essas informações para o Facebook a partir do servidor do próprio site. Basicamente, você vincula seu pixel do Facebook aos servidores e processa seus eventos de conversão por meio dele.

É por isso que, ao usar CAPI, é importante otimizar para os melhores resultados com base nos dados que a sua campanha precisa.

#5 Capriche no criativo

Se você não tiver muitos dados para trabalhar, ou não teve tempo suficiente para criar uma audiência aquecida, os criativos (e as promoções, claro) precisam de uma atenção redobrada para conseguir chamar atenção.

Durante este período, você estará competindo com outras marcas e precisará se destacar como a melhor solução que as pessoas procuram. Por isso, seja claro, vá direto ao ponto e ofereça as ofertas da Black Friday de uma maneira bem criativa e diferente do que a audiência costuma ver no dia a dia da sua marca.

Importante: além de oferecer a solução para os “problemas” do público, incluir frete grátis, descontos e brindes também é um excelente atrativo. E tenha certeza de que a promoção anunciada realmente vale a pena - o público está mais esperto do que nunca, só esperando para desmascarar as famosas black fraudes.

Dica infalível: criativos que mostram a abertura da embalagem e opções de presentes para o fim de ano são uma forma de despertar o espírito natalino e capitalista da audiência.

#6 Revise os formatos do criativo

Se você sempre foi um anunciante de imagem única, talvez seja hora de trilhar novos caminhos!

Anúncios em vídeo: em 2020, 9 em cada 10 espectadores de conteúdo de vídeo disseram que gostariam de ver mais vídeos de marcas e empresas. Isso já era esperado, já que os anúncios em vídeo chamam a atenção, aumentam o engajamento do anúncio e o reconhecimento da marca e geram mais conversões.

Anúncios carrossel: eles permitem que você promova mais de um produto por vez e atraia públicos diferentes usando o mesmo anúncio. Além disso, esses anúncios ajudam você a contar uma história e a gerar mais cliques, à medida que as pessoas ficam curiosas e navegam pelas diferentes imagens do seu anúncio.

Anúncios dinâmicos de produtos (DPAs): esses anúncios permitem que você mostre aos visitantes do seu site o item exato que eles visualizaram ou até mesmo deixaram no carrinho. Ótimo para remarketing!

Se existe um bom momento para sair da rotina, é na Black Friday. Qualquer pessoa que vir seus anúncios em novos formatos ficará curiosa e clicará nele.

#7 Programe suas campanhas com antecedência

Muitos anunciantes costumar soltar as campanhas “na hora”, já que a aprovação do anúncio é automatizada e leva apenas algumas horas. PORÉM, isso pode ser bem arriscado já que o Facebook pode decidir fazer uma revisão manual da campanha e você ficará de mãos atadas até que o Zuckerberg dê o seu aval.

Ao configurar uma campanha, você tem a opção de especificar a data de início, então tente trabalhar com uns dois dias de vantagem, combinado?

#8 Esteja preparado para os problemas de entrega de anúncios

Os dois maiores desafios de anúncios do Facebook na Black Friday são a entrega limitada e o aumento dos custos de publicidade.

Então, para alcançar os futuros clientes, você pode acelerar a entrega do anúncio com lances manuais. Assim, o Facebook dá a você a chance de exibir seus anúncios usando todo o orçamento o mais rápido possível enquanto considera seu lance.

Importante: ao usar a entrega acelerada, você deve definir um limite de lance. A lógica por trás disso é bem clara: o Facebook precisa aprender sobre como gastar seu orçamento. Isso ajuda a evitar o pagamento de custos mais altos por resultados, enquanto o algoritmo da plataforma exibe seus anúncios com mais frequência.

Para proteger ainda mais seu orçamento e entregar com mais rapidez, defina regras de automação. Selecione o ativo e clique em Regras. A partir daí, você pode criar, aplicar, visualizar ou gerenciar essas regras.

Por exemplo, se você criar uma nova regra que pausa anúncios de baixo desempenho, os anúncios ativos que atendem essas condições serão pausados ​​automaticamente.

Esse assunto não precisa terminar aqui. Conheça o curso Ads Avançado e descubra as estratégias por trás das campanhas de alta performance!